Abacate - Alimentos para que vos quero#1

Novas escolhas alimentares, significam novos alimentos.
Neste caso novas frutas, mais precisamente um pseudofruto: o abacate.
Confesso que foi muito fácil introduzi-lo na minha alimentação.
Quando era miúda e o meu pai estava doente, na altura dos tratamentos da quimioterapia lembro-me dele comer imensas vezes abacate esmagado com banana. Eu como qualquer criança de dez anos, normal para idade nestas coisas, achava sempre que a “galinha da vizinha é sempre melhor que a minha” e os meus olhos “esbugalhados” (abertos) falavam por si quando olhava para o meu pai deliciado com o abacate. Como devem calcular não demorou muito tempo que a minha mãe não tivesse que comprar abacate para duas pessoas lá em casa!

Na altura odiava o sabor, mas “obrigava-me” a comer. Sinto hoje que era pura solidariedade. Não comia por sacrifício, mas sim para o meu pai não comer aquelas “coisas” novas lá em casa sozinho. Assim, fazíamos das refeições um momento de convívio, que relembro cheia de saudades entre pai e filha. E as refeições são realmente momentos de convívio e por isso precisamos que aquilo que comemos seja com o maior prazer possível!!
Vamos ao abacate…


Pseudofruto da moda, falado por imensas nutricionistas e bloggers.
Segundo a nutricionista Magda Roma, contém cerca de 14% das doses diárias recomendadas de potássio, 7% das doses diárias recomendadas de magnésio. É um pseudofruto calórico e rico em gorduras monoinsaturadas (gordura saudável) e tem também cerca de 27% da dose diária de fibra por cada 100g.
Os meses do Outono e do Inverno são ideais no que respeita à existência do abacate nos supermercados!
O abacate só deve ser comido quando estiver mole. Portanto, se existirem no supermercado abacates muito verdes, podemos comprar na mesma, fazemos a sua maturação em casa.
Como? Fácil!
Colocamos o abacate dentro de um saco de papel à temperatura ambiente. Rapidamente podemos comer o nosso pseudofruto. Outro truque é colocar o abacate junto de bananas à temperatura ambiente.
Confirma-se sempre na altura de comer o abacate se ele tem pedaços escuros por dentro, pois ele não deve ser ingerido com pedaços escuros, mas sim com uma cor verde bem clara!



Comer o abacate
Como fruto da moda o abacate, para além do famoso guacamole pode ser comido das mais diversas formas: introduzido em batidos tornando-os mais cremosos, em saladas (abacate cru), molhos, bolos, em mousses (como sobremesa - irei partilhar! fiquem atentas!), ou simplesmente sozinho!
Euzinha, consumo abacate sozinho ou então esmago o abacate (meio) e coloco sobre uma fatia de pão integral torrado isto ao pequeno almoço!
Dica para um pequeno almoço com abacate:
1 fatia de pão de forma integral torrado (feito na bimby)
metade de um abacate esmagado na torrada
sumo de kiwi ( feito na bimby receita: 2 kiwis inteiros sem casca + 300ml água /2min.vel 9. Na liquificadora também dá perfeitamente e na varinha mágica a mesma coisa!)
Outra das maneiras que como abacate e este foi-me ensinada pela nutricionista Lillian Barros quando fui à primeira consulta é a meio da manhã esmago com uma colher de chá de cacau cru.



O aspecto não é maravilho eu sei. Mas é abacate esmagado, com cacau! Tudo saudável. Podem adicionar Stevia (tento sempre não o fazer!). Falarei da stevia em outra altura! Este é óptimo "snack" para meio da manhã.
Benefício que noto…
A minha concentração matinal! Noto grandes diferenças quando como ou não abacate.
Como pseudofruto rico em ómega 3 e magnésio não é de estranhar esta melhoria, ao melhorar o funcionamento do cérebro, estimula a circulação sanguínea e aumenta a concentração.
Outros benefícios…
Ajuda a combater a queda de cabelo e caspa, fortalecendo o cabelo.
A polpa como é rica em vitamina A, B1, B2 e E, ajuda contra problemas da visão, crescimento dos ossos, dentes e contribui para a renovação da pele.
Fonte de cálcio combate a osteoporose.

Gostaram dos benefícios e das dicas do abacate?
Sónia Pacheco, obrigada pela revisão do conteúdo para que não existam erros na transmissão de informação.
Em breve conhecerão a Sónia! Fiquem atentos!
Beijinhos,


Ana Luísa

You May Also Like

0 comentários