Preparar a semana #2 - Ida ao supermercado

Depois da minha dispensa, lembrei-me que seria engraçado contar-vos sobre as minhas idas ao supermercado.
Odeio ir ao supermercado só para começar. 
São enormes, cheios de coisas, o povo sempre todo ao domingo a passarem por cima uns dos outros loucos às compras, berros dos bébes nos carrinhos, berros das crianças no chão pelos brinquedos (hei-de passar por isto eu sei).
Odeio.
Geralmente, é sempre ao domingo depois do brunch que vou.
Antes delegava muito a tarefa para o Homem. Lá ia ele todo contente, com a listinha com os produtos e as marcas, porque se o recado viesse mal feito coitado ouvia logo uma “rebocada” (termo alentejano que significa descasca!), fazia tudo num instante (não me perguntem como) e vinha de lá todo contente cheio de promoções.
Ultimamente também tenho ido.
Acho que é uma tarefa para ser feita em família e torna-se um “passeio dos tristes” de domingo que sinceramente me sabe a “passeio dos contentes”. Ir ao supermercado comigo mesma é sempre uma aventura, disperso-me imenso.




Fico horas na zona dos livros a ver as novidades, o Homem lá ao fundo encostado ao carrinho já farto e a rezar para eu sair dali.
Fico horas na zona da decoração a pensar o que posso levar daquela vez. Admito que é não é fácil.
Por isso tive que adotar umas estratégias.
Por várias razões: para o Homem não se fartar de esperar horas a fio em cada corredor por onde passo, porque quando tenho o azar de passar nos corredores das bolachas, compotas, chocolates, cereais, fico a olhar com água na boca e porque gastava praticamente o dobro. Eu acho que endoideço a cabeça de qualquer pessoa que vá comigo ao supermercado. Eu quando chego à caixa para pagar, parece que corri uma maratona sem sequer saber a sensação de correr mesmo uma maratona.
Não me esquecendo da peça de fruta antes de sair de casa, já levo a lista feita.
Dica : elaborar uma lista prévia, durante a semana com o que falta, e terminar no dia em que sair para o supermercado

Geralmente vou fazendo a lista durante a semana.
Aponto o que vai acabando e deixo escrito na porta do frigorifico.
Ao domingo completo com o que tenho pensado para as refeições principais, pequenos-almoços, snacks,etç.. sem nunca esquecer as bolachas do continente do Homem, e agora os sumos de laranja da Compal (estes sumos fazem-me lembrar as crianças que levam os lanches para a escola com uma felicidade plena. Adoro!).
Dica: pensar no menu semanal antes de ir ao supermercado!

Antes abominava qualquer cartão de descontos que houvesse a face da Terra. Odiava quando o Homem se metia na fila para retirar os cupões de desconto. Odiava quando vinha carregado com rolos de papel higiénico sem fim porque estavam em promoção. Odiava irmos com os sacos para não comprarmos sacos de compras.
Hoje a maluca das promoções veio ao de cima. Euzinhaaaaa.
A parte do #tugastadoraeuforreta mudou ligeiramente. Nunca vai mudar na totalidade, porque isto não é defeito é feitio. Isto começou porque andava pela net e encontrei o blogue dos Poupadinhos e com vales e eles têm no blogue os folhetos de desconto de cada supermercado, vales de desconto, receitas que pudemos poupar ao fazer em casa e não comprar feita (exemplo: gelatina de iogurte da corpos Danone). Fiquei fascinada.Vou fazer esta semana para comparar se gosto e vale a pena. Depois digo!
Só agora começo a dar razão ao Homem (eu sei antes também tinha), com as ditas cujas das promoções. Então faço a lista na mesma. Vejo os folhetos, aponto o que está em promoção em cada super. Como ficam todos perto, aproveito. Caso não fiquem, aproveito só as do supermercado que escolho, por norma é o Continente, que tem a área viva e produtos mais especificos.
Dica: olhar para as promoções semanais e aproveitar se precisar mesmo! (façam o que eu digo não façam o que eu faço).

É assim a minha ida ao supermercado. Espero que tenham gostado!

Boa semana,
Beijinhosssssss

Ana Luisa

You May Also Like

0 comentários