Pessoas Imprevisíveis #1

Conheço a Ana à quase vinte anos. Confesso que não éramos unha com carne. Mas sei que estava lá para ela e ela para mim. A Ana entrou na minha vida numa altura muito complicada. O meu 5ºano. Tinha acabado de perder a minha grande referência na minha: o meu pai.

mas a partir daí a Ana nunca mais saiu. Seguimos caminhos diferentes : eu farmácia e ela gestão. E hoje falamos muito sobre o mundo da gestão, sobre o grupo que a Ana criou no facebook , a Beauty Lovers- Portugal, que sinceramente não sei como consegue juntar tanta mulher e aquilo até corre às mil maravilhas. Enfim sobre tudo e mais alguma coisa, e foi por isso que convidei a Ana, para me responder a umas perguntas.
Antes de ter o grupo no facebook, ao qual a Ana é uma fiel ela tem ainda um blog cheio de estilo e com a sua personalidade peculiar, fiquem com ela:





1 - Quem é a Ana Lobo?

 Antes de mais agradeço imenso o teu convite para esta entrevista. A Ana Lobo é uma rapariga com uma personalidade fortíssima, com ideais bem definidos, com muita energia. Eu diria que para conseguir fazer tudo o que faço devo ter pilhas embutidas porque a pergunta que mais oiço é "Mas tu arranjas tempo para dormir?".
 Tenho 29 anos, estou a entrar nos 30 e acho que vão ser os meus anos de ouro. Pelo menos quero acreditar nisso. Sou apaixonada pela vida, pela minha família, pelo meu Noivo e por todos os meus projectos aos quais me entrego a 100%.

2 - Quais são os teus sonhos?

 Desde que me lembro que o meu maior Sonho era casar, ter uma família catita e saúde para os ver crescer. À medida que o tempo passa tu percebes que a futilidade de querer ter uma casa com piscina, um Ferrari Vermelho, uma mala Chanel não fazem qualquer sentido se não estiveres acompanhada de pessoas que amas, se não tiveres saúde e objectivos concretos de vida. Saúde e paz e o resto eu corro atrás.
 Estou prestes a realizar um dos meus sonhos: casar. Há muitos anos que tenho tudo esquematizado na minha cabeça e nunca duvidei do que queria. Torna tudo tão mais simples! 
 Outro sonho que não coloco de parte é criar peças com a minha assinatura. Imaginar a etiqueta "Ana Lobo" numa peça de roupa, numa mala elegante ou num par de sapatos é algo que me causa um grande arrepio na espinha. 

3 - Porquê o amor pela makeup?

 Não foi de sempre mas será. com toda a certeza, para sempre. Nunca tive referências pelas quais me guiar porque a minha Mãe e Avó nunca se maquilharam. Nunca vivi de perto com o admirável mundo da beleza. 
 Surgiu de um momento para o outro quando conheci a marca Benefit numa visita à Sephora. Comprei o meu kit de iniciante, ainda andava na faculdade, e todos os dias fazia a mesma maquilhagem e usava os mesmos produtos. Fui tirando uns cursos sem valor profissional, li muito, vi muitos vídeos, passei muitas horas a praticar. Também me salva o facto de ter nascido com um bom "kit de unhas" e com os pincéis certos faço aquilo que quero. O que faz de ti bom em alguma coisa não é o diploma que exibes na parede, é a paixão com que te entregas ao trabalho que desenvolves. 

4 - Sempre te conheci como a mulher do business, como surgiu o Beauty Lovers?

 Como sabes sempre estive ligada a negócios e sempre tive uma veia comercial a pulsar dentro de mim. Quase que aposto que conseguia vender gelo a esquimós.
 O grupo de partilha Beauty Lovers não é um negócio. Ou melhor, é um negócio onde não existe um retorno financeiro mas existe um retorno que nos deixa ainda mais ricas: a partilha e o companheirismo entre milhares de Mulheres. Digo sempre que ao partilharmos nos tornamos mais ricos e é isso que sinto todos os dias quando abro o Facebook e vejo o feed do grupo. Não gosto de misturar o grupo com o blog, gosto que se mantenham separados. No grupo todas as opiniões dadas acerca de produtos de maquilhagem, beleza ou cosmética são isentas de publicidade a marcas. É uma partilha sincera, desprovida de retornos sejam eles financeiros ou materiais. 
 Depois de frequentar alguns grupos do género do BL comecei a pensar que se tivesse um grupo não faria "isto" ou faria "aquilo". Como sabes eu depressa passo das ideias à prática e em Maio passado decidi arriscar. Nunca pensei que chegássemos aos 100 e a verdade é que hoje já somos mais de 6700 Mulheres unidas e focadas na beleza, nunca esquecendo que a verdadeira beleza é aquela que vem de dentro. Tem sido uma experiência fantástica e já conheci pessoas maravilhosas. Estou agradecida. 

5 - Qual é a chave para um projecto dar certo?

 Existe um conjunto infindável de factores que irão determinar se o teu projecto é viável ou não. Mas existe um que te vai abrir muitas portas: a dedicação. Em momento algum me envolvi num projecto sem ter certezas se teria ou não tempo para me dedicar. Ou vou com tudo ou não vou com nada. 
O foco é muito importante. Sabes o que queres? Sabes para onde queres ir? Sabes com quem queres ir? Sabes que podes encontrar pedras no caminho? Então vai sem medo, segue o teu instinto e mantém-te focada no teu objectivo. 
A persistência. Mesmo quando o Mundo inteiro te diz que não vai dar certo tu tens que tentar. Nesta vida nunca perdes, ou ganhas ou aprendes. Tive poucas pessoas do meu lado quando criei o blog e ainda assim acreditei que podia dar certo. Acreditei em mim e essa foi a rampa de lançamento para as coisas começarem a correr bem. 

6 - Que conselhos darias a bloggers/youtubers/gestoras de canais?

 Em primeiro lugar eu não me considero um exemplo para ninguém. Gosto de me assumir como rapariga que tem um blog e não uma blogger. Não é a minha fonte  de rendimento, trata-se apenas de um hobbie e deve ser encarado como tal. Uma parte importante de qualquer projecto é estabeleceres prioridades e dar a importância que deve ter. Se é um hobbie não podes esperar ter um retorno como se de um trabalho se tratasse. 
 Hoje em dia é giro ter um blog ou canal no youtube e eu diria que 70% dos bloggers/youtubers criam o projecto com o intuito de receber produtos, convites para lançamentos, etc. Esquecem-se que para isso é preciso reconhecimento e trabalho árduo. O blog é um espaço de partilha, de escrita, de expressão e tudo o que vier depois disso é bónus. 
 O foco deve ser o leitor e  devemos ser o mais sinceros. Tu até podes ter muitas marcas a patrocinar-te mas se não souberes manter os teus leitores, se não os conseguires prender ao ecrã, de que adianta falares da marca X ou Y? Não te beneficia a ti nem à marca que apostou em ti e no teu trabalho. 
 Um aspecto no qual devemos apostar fortemente é no marketing digital. Um bom texto faz metade do trabalho mas a promoção do conteúdo, a qualidade da imagem e do design tem um peso considerável. Tens que saber fazer bem mas, sobretudo, saber mostrar da melhor forma aos teus seguidores aquilo que fazes bem. Fazer bem não chega, tens que os levar até ao sítio onde podem ver com os próprios olhos que afinal és bom naquilo que fazes! 

Obrigada e um grande beijinho! 

You May Also Like

0 comentários